PortuguêsEnglishEspañolItaliano

Elizabeth Dias Martins – (Permanente)

 

 

 

 

 

Elizabeth Dias Martins – Dra./PUC-Rio (2000)
Estágio Pós-Doutoral/Universidade de Coimbra/UERJ (2015)
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0811163781077772
Linha de Pesquisa 2 – Literatura: Tradição e Inovação
E-mail: bethdiasufc2@gmail.com

Projeto 1: Estudos residuais comparados em literaturas de Língua Portuguesa.

Descrição: A pesquisa propõe a análise comparativa de obras das Literaturas de Língua Portuguesa, sem que se faça necessário recorte temporal relativo a épocas, enfocando processos culturais residuais remanescentes nas obras estudadas. Será desenvolvida na perspectiva da História e da Literatura porque as obras serão analisadas de acordo com o seu contexto espácio-temporal, sem que se deixe de analisar seus elementos intrínsecos. A perspectiva teórica das análises será a Teoria da residualidade, compreendendo os conceitos de hibridação cultural, mentalidade, civilização e sedimentos mentais.

Grupo de Estudos: Estudos de Residualidade Literária e Cultural – Às quartas-feiras, das 11h às 12h, na sala 1 do mestrado.

Projeto 2: Tradição e inovação no cordel nordestino: uma questão residual.

Descrição: A presente pesquisa objetiva: Possibilitar a abertura de outro espaço além do oferecido pela disciplina Literatura Popular em Verso, para o conhecimento e a leitura mais aprofundada do cordel nordestino, bem como para discussões e produção científica em torno desse tipo de poesia popular, de modo a incentivar a leitura e, principalmente, o estudo do cordel; catalogar os diversos núcleos temáticos do cordel nordestino com o intuito de analisar se eles constituem ainda os mesmos ciclos, se tratam sobre os mesmos temas e/ou os mesmos personagens dos folhetos da década de 60 do século XX. Importante também será observar se houve uma mudança significativa, qual foi e como se pode classificar, ou se prevaleceram os mesmos núcleos temáticos tradicionalmente abordados pelos cordelistas que produziram antes do período referido, bem como apontar os caminhos que a Literatura de cordel vem seguindo, no decorrer dos tempos.